15/06/2007

[...dançarina...]


1 comentário:

Eduardo Aroso disse...

Mais do que esbelta, a dançarina é afirmativa, e isto diz tudo. Quanto à música, embora o violino não seja propriamente de timbre gitano ou zíngaro, a beleza da melodia é bem do mundo da dança. O ponto entre as sobrancelhas é como que o centro do «seu sistema solar» quando voa pelo movimento; ele corresponde, exteriormente, ao ponto de equilíbrio que a dançarina mostra no seu olhar.

Parabéns ao Luis.
Um abraço
Eduardo Aroso